Páginas

segunda-feira, 25 de março de 2013

Texto novo e outras coisas

Bem gente, como sabem (ou não) já tem um tempo que não posto textos aqui. Falta de inspiração, falta de tempo e todo esse blá blá blá chato que não sai da minha vida. Mas estou trabalhando para colocar tudo no lugar, o post vai ser sempre atualizado, vou manter (ler-se criar hehe) um horário de estudo satisfatório, porque daqui há 3 lindos meses temos vestibular, e mesmo que minha área não seja muito concorrida (vou tentar Letras Vernáculas, porque na UEFS não tem Jornalismo, e é a área mais próxima de Jornalismo que tem aqui), tenho livros pra ler e tudo isso. Mas chega de papos e vamos ao texto... Não tive inspiração súbita pra esse, então escrevi o que veio na mente, espero que gostem.

"Que muitas coisas da nossa vida não acontecem como desejamos todos nós já sabemos, e isso cada dia se torna mais ainda um problema maior, como uma bola de neve. Corações partidos, decepções, dramas do século. O amor é tão exaltado, e ao mesmo tempo tão banalizado que chega a ser hipócrita. As pessoas reclamam da banalização, da rapidez das coisas, sendo que elas mesmas causam isso. Se querem mudanças, comece por si próprio! E agora me vem na mente uma coisa que não deixa a coitada em paz: você. Você parece um chiclete que grudou no meu cérebro, ou sei lá aonde. Penso, penso, sonho, sonho, desejo, desejo, desejo, você, você, você. Sei que você nunca irá ler isso, devaneios de mais uma na tua fila, devaneios de mais uma que se perdeu nos teus diversos encantos, nos teus sorrisos doces e cheios de segundas intenções... Terceiras, talvez? Suas palavras me agarram como tentáculos, me prendem e me tiram o ar. O final dessa história já está previsto: coração partido, um ou dois. Mas talvez isso seja inevitável, seja incontrolável, seja mecânico e essencial para momentos de felicidade. Eu queria quebrar meu coração contigo, queria despedaçar ele inteiro, pegar um martelo e esmaga-lo, porque ai eu já teria possuído alguns momentos de felicidade ao teu lado. Alguns 'oi's, mensagens, textos no Whatsapp, não exijo nem ligação, tô pedindo pouco. Não quero que me guarde, que me cuide, só te deixa perto, só me dê sinais, pode ser de vida, ou de gostar, mas te mantém perto de mim. Não te preciso, mas te quero. Quero manhãs com abraços e conversas cheias de cultura e sorrisos, ou quem sabe manhãs na tua cama? Quero manhãs cheias de você, de nós, de tua voz, rouca e sexy, no meu ouvido, ou por perto. Mas só saiba que eu te quero, independente do destino, da vida, das circunstâncias, só te quero."


(Texto de minha autoria, imagem "weheartit")

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template by Best Web Hosting